WORLD SERIES OF POKER 2019: Dois braceletes

MAIO/JUNHO - EDIÇÃO 72

A Flop que você tem em mãos tentou trazer tudo o que aconteceu na primeira metade da temporada 2019 da WSOP – World Series of Poker. Devido à data de entrega para a gráfica, uma parte dos resultados e, quem sabe mais um bracelete, ficarão para a próxima edição. O que importa é que 2019 foi um divisor de águas para o poker brasileiro na WSOP, com dois braceletes no mesmo ano, e ambos sendo em modalidades de Mixed Games em vez dos anteriores, todos em NL Texas Hold’em.

Ambos vieram para os pulsos de grandes profissionais já estabelecidos e reconhecidos, Murilo Figueredo e Yuri Martins. Murilo foi o primeiro brasileiro a vencer um LAPT – Latin American Poker Tour, além de se dedicar às outras modalidades e ter sido o primeiro campeão do HORSE em um BSOP. Sempre atuou nessas outras modalidades, apesar de ter incríveis resultados em NL Hold’em. Seu título veio justamente no torneio HORSE (o qual eu também joguei, mas não passei nem para o Dia 2), que traz Hold’em, Omaha Hi-Lo, Razz, Stud e Stud Hi-Lo.

Yuri também possui incríveis resultados ao vivo e online em NL Hold’em, e há uns anos passou a focar nas outras modalidades. O plano deu muito certo e ele conquistou este bracelete num evento Fixed Limit que variava entre Omaha Hi-Lo e Stud Hi-Lo. Os dois sempre foram reservados, estudiosos e respeitados; e sempre agiram de forma positiva e saudável para o poker competitivo. Agora, foram mais do que consagrados. Parabéns!

Juliano Maesano
Editor-chefe da revista FLOP.

www.REVISTAFLOP.com.br © Todos os direitos reservados - Proíbida reprodução de conteúdo sem prévia autorização - 11 3237.3210